Pesquisar este blog

terça-feira, 13 de março de 2018

CHARME DO MUNDO COMPLETA VINTE ANOS

Em março de 1998 (há exatos vinte anos) chegava às lojas o álbum "Charme do Mundo", sétimo trabalho solo de Patricia Marx e terceiro de seu contrato com a Lux Music (gravadora de Nelson Motta) e distribuído pela Polygram. Embora Nelson Motta ainda aparecesse como o grande nome por trás, esse álbum teve mais as mãos dos jovens talentos João Marcelo Bôscoli e Max de Castro na produção e nos arranjos e foi quase um precursor na carreira de Patricia em um repertório  menos pop e mais voltado para a música eletrônica, que ela seguiria de forma mais incisiva em seus álbuns lançados pela gravadora Trama, nos anos 2000.
"Charme do Mundo" mistura hits do rock brasileiro  com uma levada que une bossa nova a batidas eletrônicas, trip hop, jungle e drum'bass. Músicas super conhecidas de Marina Lima  ("Charme do Mundo")  Lulu Santos ("O Último Romântico), Kid Abelha ("Como eu quero") Guilherme Arantes ("O Melhor vai Começar"), Cláudio Zoli (Cada Um, Cada Um"), Gang 90 ("Nosso Louco Amor"), Lobão ("Chorando no Campo"), Carlos Dafé ("Pra que vou recordar"), Paralamas do Sucesso ("Me Liga") e Titãs ("Go-Back) ganharam novas e surpreendentes versões.  Apesar da proposta inovadora e,  de hoje, ser um dos preferidos do seu público, o álbum não foi tão  entendido na época. Como bem afirmou Nelson Motta ao jornal O Globo, em 2003:   “Era um disco a frente do seu tempo. Misturamos bossa nova à eletrônica antes da Bebel Gilberto".
Essa semana, vamos fazer algumas postagens pra comemorar os vinte anos desse álbum. E você, conhece  esse trabalho dela? Curte? Conta pra gente!


Nenhum comentário: