Pesquisar este blog

sexta-feira, 11 de junho de 2021

PATRICIA MARX ENTREVISTA ZÉLIA DUNCAN NESSE DOMINGO

Depois de estrear como entrevistadora batendo um papo com a cantora trans Valéria Barcellos (perdeu? Assista aqui), Patricia Marx vai continuar com as entrevistas que planejou para celebrar o mês da diversidade e visibilidade LGBTQI+, conversando nesse domingo, 13 de junho, com a cantora Zélia Duncan. Já imaginou como vai ser demais essa interação entre essas duas grandes cantoras?   Nem precisa dizer que vai ser incrível, né? 

O bate papo vai acontecer nesse domingo, às 19h, e você pode assistir ao vivo pelo Instagram de Patricia (@patriciamarxoficial) ou pelo canal dela no YouTube. 


Link do canal de Patricia no YouTube, se ainda não é inscrito, faça isso agora pra não perder nenhuma novidade: 

Instagram de Patricia Marx: 

sexta-feira, 4 de junho de 2021

PATRICIA MARX EM BATE PAPO SOBRE TRANSFOBIA HOJE NO INSTAGRAM

Hoje, às 19h, Patricia Marx conversa com a multi artista trans Valéria Barcellos sobre assuntos ligados à pauta LGBTQI+, diversidade, transfobia é arte. Não perca, o bate papo vai ser transmitido pelo Instagram @patriciamarxoficial. 

PATRICIA MARX E H2M NO JORNAL O DIA DE HOJE

Patricia Marx e o trio infantil H2M são destaque na edição impressa do jornal O Dia de hoje, aqui no Rio de Janeiro. A regravação que eles fizeram do clássico infantil Uni Duni Tê, um dos maiores sucessos do Trem da Alegria foi tema da nota da colunista Fábia Oliveira. A nova versão da música será lançada em breve. 

quarta-feira, 2 de junho de 2021

COMEÇARAM OS TRABALHOS PARA O NOVO ÁLBUM

Além da participação no projeto de Wado, Patricia também iniciou os trabalhos para o próximo álbum no último dia 25 de maio.  Ela postou imagens dos músicos Herbert Medeiros e  Robinho Tavares no Hataka Studios, onde também gravou seus últimos discos. E uma foto  anunciando que está vindo o novo disco, com as legendas "Coming soon Back to black" (em breve, volta ao black) e "Em breve novo álbum". E pra deixar a gente ainda mais ansioso, soltou esse trechinho de uma música

quarta-feira, 26 de maio de 2021

PATRICIA MARX GRAVOU MÚSICA COM WADO

Ontem (25/05), Patricia Marx gravou uma participação especial no novo projeto do cantor e compositor Wado (também artista da LAB 344, selo do qual Patricia faz parte). Eles gravaram a música "Aquele Frevo Axé" (Caetano Veloso/Cézar Mendes), que foi lançada originalmente por Gal Costa, em 1998, no álbum que tem o mesmo título da canção. Patricia divulgou trechos da gravação, que já dão uma amostra que a música está ficando linda demais! 



O estilo musical de Wado possui influências de samba, rock e MPB. Ele iniciou a carreira fonográfica em 2001, com o disco "Manifesto da Área Periférica", que foi aclamado pela crítica. Desde então, já lançou outros discos, sempre com muitos elogios. 







terça-feira, 18 de maio de 2021

RELEMBRE HOMENAGEM A PATRICIA MARX NO DOMINGO LEGAL

O programa Domingo Legal fez uma linda  homenagem à Patricia Marx mostrando momentos importantes da sua carreira, no dia 27/06/99, véspera do seu aniversário de 25 anos. Na ocasião, ela tinha acabado de ser mãe de  Arthur,  seu único filho, que nasceu em 22/06/99. Vamos relembrar?


sábado, 15 de maio de 2021

NOVA DATA PARA SHOW DO TREM DA ALEGRIA NA AUDIO

O show do Trem da Alegria na Audio, que rolaria amanhã, foi remarcado ainda devido a pandemia. A nova data é dia 15 de agosto, um domingo, às 17h. Mas quem comprou ingressos no primeiro e segundo lote, não precisa se preocupar, porque eles continuam valendo. O show é exclusivo, lugares marcados (com mesa) e estão disponíveis para compra pelo link:

SERVIÇO: 
LOCAL: AUDIO 
ENDEREÇO: Av. Francisco Matarazzzo, 694 - Água Branca - São Paulo 
HORÁRIO: A casa abre às  16h, com o show tendo início às 17h
Ingressos à venda pela Ticket 360, no link 


terça-feira, 11 de maio de 2021

TRIO H2M VEM AÍ, E COM PARTICIPAÇÃO DE PATRICIA MARX!

Com inspiração em grupos infantis dos anos 80, como Trem da Alegria e Balão Mágico, o trio mirim H2M está chegando pra conquistar a garotada! Formado por Henzo Miranda, Maria Eduarda e Maria Laura,  e com assinatura musical do renomado produtor Carlos Maia (Programa Raul Gil), o trabalho do trio vem com a proposta de suprir a carência de uma música de qualidade no universo infantil, com letras de conteúdo sadio e educativo. 

Entre as novidades que estão por vir, eles vão relançar em breve uma nova versão de um grande sucesso infantil,  com participação super especial de Patricia Marx! Alguém chuta qual será? 

Enquanto isso, o público já pode conferir o atual lançamento do trio ("Vibe",com participação do cantor internacional Kevin Keel), que já é sucesso nas plataformas digitais. 
 

terça-feira, 27 de abril de 2021

PATRICIA MARX E LUCIANO NASSYN HOJE NO INSTAGRAM DO AQUELA INFÂNCIA

Hoje  a partir das 20h,  vai rolar uma entrevista exclusiva com Patricia Marx e Luciano Nassyn no Instagram do @aquelainfancia! Os dois vão conversar com Rebeca Agapito e relembrar os tempos de infância no Trem da Alegria e falar sobre seus novos projetos. Não pecam, que vai ser incrível!!!! 

domingo, 18 de abril de 2021

BORA CONHECER: PATRICIA MARX PARTE 1

Olha que iniciativa legal: o Rafael Alma (que também é fã da Patricia Marx) resolveu criar um quadro no seu canal no YouTube chamado "Bora Conhecer", que é uma espécie de documentário contando de forma ágil e objetiva a trajetória de um artista, contando detalhes da sua carreira, e ele resolveu estrear com ela, claro! O alvo principal é a parcela do público que até conhece uma música ou outra, mas não conhece toda sua história ou fãs mais jovens que ouvem suas músicas nas rádios ou nas trilhas das reprises de novelas e procura saber mais sobre quem é a dona daquela voz. Mas é claro, que o vídeo pode também ser assistido sem contra indicação por quem já conhece toda sua carreira, tenho certeza que irão gostar muito também!  

Como a carreira dela é muito extensa e cheia de detalhes que não poderiam ficar de fora, o Rafael dividiu o vídeo em duas partes, sendo que a primeira, que abrange desde o início dela como caloura até o fim dos anos 90, quando encerrou sua parceria com o produtor musical  Nelson Motta, já está no ar!  (assista no link abaixo).  E a parte 2, vem em breve, aproveitem pra se inscrever no canal dele pra não perder! 




terça-feira, 16 de março de 2021

PATRICIA MARX CELEBRA NOVA FASE ARTÍSTICA E AMOROSA

 A reprise da novela A Viagem, pelo Viva e Globoplay, trouxe de volta o hit Quando Chove, que na década de 90 foi uma marco na carreira de Patricia Marx.  A cantora, que conquistou ainda criança com o Trem da Alegria o sucesso na música, relembra que a canção e o álbum Ficar Com Você marcaram sua passagem da adolescência para a fase adulta.


“Essa música e esse álbum representaram uma ruptura para mim. Eu vinha de um grande sucesso, o 'Sonho de Amor', que representava ainda essa fase adolescente e era um trabalho solo mais voltado para a grande massa. 'Ficar Com Você' foi dirigido pelo Nelson Motta. Fui para Nova York, onde ele morava, para gravar e nessa época conheci de perto o cenário da dance music, que era novidade. Abracei todo aquele conceito e inclui essa balada que é a 'Quando Chove', uma versão em português da canção de Plinio Danieli. Ouvi muito Janet Jackson para me inspirar e tive a sorte da música entrar na novela. Todas as vezes em que 'A Viagem' reprisa as pessoas amam”, relembra.

Com mais de três décadas de carreira e outros sucessos em seu repertório como Espelhos D´Água e Ficar com Você, Patricia conta que não foi fácil quebrar essa imagem de menina que as pessoas tinham dela. Um desafio ainda maior era vencer o machismo e mostrar que era uma mulher adulta capaz de fazer suas próprias escolhas.

“Tanto no meio artístico como fora dele, os homens sempre queriam estar acima das mulheres e invalidar as que não se deixavam ser controladas por eles. Enfrentei muito esse machismo. Fui criada para agradar os outros. Mesmo quando trabalhei com o pai do meu filho, que foi supergeneroso comigo e sempre me incentivou muito, eu ainda tinha discussões porque não conseguia fazer do meu jeito. A verdade é que só consegui colocar limites em relação a isso recentemente”, conta ela, que foi casada por 18 anos com produtor musical Bruno E., com quem tem Arthur, de 21 anos.


Atualmente com 46 anos, Patricia vive a fase mais liberta e feliz de sua vida. Nos dois últimos anos, ela revisitou questões do passado. Fez um turnê com Luciano Nassyn relembrando os tempos de Trem da Alegria, gravou o EP João - que resgatou canções que marcaram sua formação musical inspirada em João Gilberto -, e também venceu um medo da adolescência e se permitiu viver o primeiro relacionamento lésbico.

“Até minha vida sexual acabou se tornando uma grande ruptura com todo esse universo machista. Finalmente tive a coragem de me assumir lésbica. Me permiti viver isso também porque vi que as relações com os homens não davam certo. Eu tinha interesse em mulheres desde a adolescência, mas reprimia isso porque fui educada em uma época homofóbica que fazia das lésbicas uma chacota. Eu tinha medo. Eu mesmo era homofóbica. Lutava contra mim, me agredia, não gostava de mim mesma, achava que era errado e feio... Eu vivi essa coisa esquisita de me reprimir. Me sentia incompleta e com um vazio mesmo tendo uma carreira, um filho e uma casa. Depois de muitos anos de análise, me permiti experimentar e ver se aquilo era um desejo real. Mudei a minha cabeça e a minha vida. Nunca estive tão liberta”, explica ela, que namora há um ano Renata Pedreira.


Essa liberdade também despertou uma nova faceta artística da cantora, que se descobriu artista plástica com a crypto art, arte digital de edição limitada e registrada criptograficamente com um token. Patricia sonha em fazer sua primeira exposição e vender obras também por meio de bitcoin (moeda digital).

“Dei uma pausadinha com a música porque comecei a pesquisar outras coisas na pandemia. Preciso também me renovar, ter um momento diferente, me reciclar. Nunca paro de criar, mas agora estou fazendo cursos de colagem e designer gráfico. Meu pai é arquiteto e eu sempre frequentei muito exposições. Com a Crypto Art descobri que posso compor de outra forma além da música. Queria muito criar por meio de uma mensagem não dita e nem cantada, mas visual. Uso fotografias, tesoura, papéis, colagens e faço tudo do computador. Estou ainda começando com isso, mas já tenho um bom material. Seria um sonho expor e quem sabe vender essa arte”, conta.


Isso não significa que novos projetos musicais estejam distantes de serem realizados. Patricia adianta que tem algumas canções feitas durante esse período de isolamento social e que apresentará mais uma nova versão de si mesma.

“Estou voltando em um outro momento. Até o registro vocal será diferente. Mas estou fazendo tudo isso bem aos poucos. Já tenho definido mesmo que eu que quero fazer capa. Vai ser uma das minhas artes”, adianta ela, que fará no dia 16 de maio um show com o Trem da Alegria, que teve a data transferida para esse ano por causa da pandemia.


Você lançou o EP João no começo de 2020. Como foi essa escolha de homenagear João Gilberto?
Essa paixão pelo trabalho dele é de infância. A bossa nova tem uma ligação muito familiar e sentimental para mim. Cresci ouvindo muita bossa nova com o meu pai. Ele é apaixonado por MPB. O João contribuiu para o meu crescimento artístico. Ia fazer um show em Nova York com um repertório só de músicas dele. Acabou não acontecendo e o meu selo propôs gravar um EP. Gravei voz e violão para não fugir do estilo dele. Estudei bastante para poder fazer uma homenagem mesmo.

Como foi ter que parar tudo por causa da pandemia?
Eu nunca fui artista de fazer muitos shows. Sempre trabalhei mais em estúdio. Fazia shows mais pontuais. Eu prefiro trabalhar assim porque gosto de ter esses espaços para me renovar e criar. Também sempre vivi o isolamento. Sou uma pessoa mais introspectiva e não gosto de sair muito de casa. Nesse período me descobri em outras coisas, estudar e experimentar outras forma de arte, como a crypto art. Também tenho estudado muito sobre política, racismo e fascismo. Geralmente, saio de casa para supermercado e para ir na casa da Renata, que mora perto de mim. A gente também faz umas viagens de carro para lugares isolados.

Você começou a carreira muito novinha. Como foi passar pela adolescência e depois pela mudança de menina para mulher diante dos holofotes?
Foi restritivo. Tive uma vida muito restrita no sentido social. Pulei fases naturais como ser humana. Estava sempre em função do trabalho e das responsabilidades. Era uma criança talentosa que era cobrada como se fosse uma adulta. Isso foi ruim. Tive que tratar na terapia depois que casei e tive filho. Mas ficaram os buracos das fases que pulei.


A maternidade te fez olhar de outra forma para a vida?
A maternidade me transformou muito. Comecei a compor e olhar mais para mim como mãe e mulher. Também passei a ter mais compaixão pelas pessoas. Estudei 20 anos o budismo, participei de congressos sobre vegetarianismos, que eu já seguia desde os 16 anos, e fui me envolvendo mais com essa causa da proteção dos animais.

No ano passado você assumiu ser lésbica pelo Instagram. Como foi essa decisão?
Antes disso, eu falei com a minha família e com meu filho. Mandei uma mensagem enorme para os dois. Meu filho respondeu que não era ninguém para me julgar e disse que se eu estava feliz, ele também estava. Ele era a pessoa mais importante que precisava ouvir o feedback. Com a minha mãe, tive muito receio. Achava que ela fosse me julgar ou parar de me amar porque ela foi criada em uma família católica, mais conservadora e em uma sociedade homofóbica. Ela ainda teve um tempo para entender, mas também me disse que o que mais importava era a minha felicidade e que abençoava meu namoro. Depois que as duas pessoas mais importantes para mim já estavam sabendo, resolvi contar para o mundo no dia do meu aniversário.

Teve medo?
Não tive medo e fiz na maior alegria aquele post. Fui muito bem recebida. Recebi muitas mensagens de carinho e histórias de mulheres que também tinham medo de se assumir. Claro que algumas pessoas não aceitam tanto o novo, se prendem a uma fase da nossa vida. Não aceitam gostos diferentes dos que elas têm. Azar o delas porque não sabem o que estão perdendo.

A Renata é seu primeiro relacionamento com uma mulher?
Ela é a minha primeira namorada. A gente se conheceu por meio de uma amiga em comum. A Renata viu uma foto minha na casa dessa amiga e falou que queria me conhecer. Eu ia fazer um show e elas compraram o ingresso. No final, o show acabou não rolando e essa amiga me ligou dizendo que queria me ver e me apresentar para a Renata. Nos conhecemos em um jantar. Não aconteceu nada, mas ficamos amigas. Começamos a nos seguir no Instagram e conversar. Foram dois meses de conversa, mas eu tinha muito medo. Ela foi em todos os shows do Trem da Alegria, a gente começou a sair pra tomar café... Comecei a sentir atração, mas ainda o medo me limitava. Mas a Rentava foi me conquistando até não dar mais para segurar.

Chegou em um bom momento, bem antes da pandemia...
Pois é e a gente se manteve firme mesmo na pandemia. Aprendi com os erros de outras relações do passado a conviver com alguém e respeitar as opiniões do outro sem querer mudar ou impor nada. Tem funcionado. Além disso, a relação com uma outra mulher é muito diferente. A mulher tem uma sensibilidade muito diferente da do homem. A gente nem precisa falar nada e já se entende. Não tem DR porque antes mesmo de falarmos sobre algo, já está resolvido. É muito mais dinâmica a relação. Com os homens, eu tinha que explicar tudo, era um processo mais lento.


MATÉRIA PUBLICADA ORIGINALMENTE NO SITE DA QUEM DIGITAL

Entrevista: Marina Bonini (@marina_bonini)

LINK: https://revistaquem.globo.com/Entrevista/noticia/2021/03/patricia-marx-celebra-fase-artistica-e-amorosa-nunca-estive-tao-liberta.htm

domingo, 24 de janeiro de 2021

PATRICIA MARX BLONDIE AGAIN!

Patricia Marx postou no Instagram essa semana sua nova mudança de visual  A cantora está loira mais uma vez, em um tom bem clarinho. Sei que tem fãs que não curtem muito, mas eu acho que ela fica linda com esse cabelo mais claro, eu adorei! E como ela é uma camaleoa, não demora muito ela muda o visual de novo! 

O novo visual ficou a cargo de @cleiadottioficial, que aparece com ela na segunda foto.
 

quarta-feira, 23 de dezembro de 2020

PATRICIA MARX FALA SOBRE FAUSTÃO

Sucesso nos anos 80, ao lado do grupo Trem da Alegria e no seu trabalho solo,  Patricia Marx tem mais de 30 anos de carreira. Ao longo de sua trajetória musical, a cantora experimentou várias vertentes e contou que sempre teve espaço para mostrar seus novos experimentos de trabalho no Domingão do Faustão. Patrícia considera o apresentador do programa como um de seus padrinhos por sempre apoiá-la.

"Várias vezes que vim desde o Trem da Alegria, sempre pude ter a liberdade de mostrar meus vários trabalhos, meus vários lados musicais. Ele sempre me deu essa força. Tenho o Faustão como um dos meus padrinhos importantes na carreira."

Sua última participação no programa foi no Ding Dong. Para Patricia, o quadro é muito importante para o cenário musical, pois dá oportunidade para cantores novos e aqueles com anos de carreira se apresentarem na TV.

"O Ding Dong é bem importante porque trabalha essa coisa atemporal que a música tem, é uma mistura de tempo, coisas do passado que vêm para o presente, e todos os artistas podem mostrar seu trabalho."




domingo, 20 de dezembro de 2020

SHOW DO TREM DA ALEGRIA ADIADO PARA MAIO/2021

ATENÇÃO!!!! 

Para maior segurança de todos devido a volta de aumento de casos de Covid 19, o show do Trem da Alegria,  que rolaria na Audio hoje,  foi ADIADO para 16 de maio de 2021!
Guarde bem seus ingressos, eles serão válidos para a nova data! 

"A VIAGEM" DE VOLTA AMANHÃ NO VIVA

Pra quem já estava com saudades  desse novelão, chegou  o dia do retorno! 

Amanhã começa uma nova reprise da  novela A Viagem no Canal Viva, com exibição dos capítulos de segunda a sábado, às 15:30,  com reprise à meia noite. 

E para nós, fãs da Patricia Marx, acima de tudo, é mais uma oportunidade  de ver o sucesso "Quando Chove"  tocando muito em  cenas emocionantes de Diná (Christiane Torloni). 

Essa vai ser a quinta exibição da novela (Passou pela primeira vez na Globo, em 1994, com reprises no Vale a Pena Ver de Novo, em 1997 e 2006, e uma vez no Viva, em 2014), obtendo sucesso em todas as ocasiões, sendo assim, uma das mais pedidas pelos noveleiros para uma nova reprise. 


.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

"NO LUGAR DO SEU AMOR,", A MÚSICA QUE NÃO ENTROU NO INCERTEZAS

Como já dissemos antes, algumas músicas ficaram de fora do álbum Incertezas. Uma delas foi essa versão de uma música de Prince  (I Could Never Take The Place  Of Your Man"), que na letra de Carlos Rennó, virou "No Lugar do Seu Amor". 

Na época, foi veiculado que havia a intenção da  gravadora  lançar o trabalho em CD também, e essa música viria como faixa bônus, o que acabou não acontecendo. E mesmo no ano seguinte quando lançaram a coletânea "As Melhores de Patricia", a música também não foi incluída... 

Por fim, Patricia incluiu a música no repertório dos shows da turnê do disco, onde cantava com duas  músicas incidentais: "Baby, I Love Your Way", de Peter Frampton e "Knocking 'On Heaven's Door", de Bob Dylan, que fazia sucesso na época com os Guns N' Roses. Ela fazia um tremendo sucesso nos shows! 

Infelizmente, o único registro que tenho dela é essa cópia de gravação com péssima qualidade,  que nunca tinha postado antes, mas acho que vale pela raridade, ainda mais com o álbum fazendo 30 anos, né?


Letra da música:

Tudo aconteceu quando o seu amor se foi 

 E ela disparou a chorar sem parar, depois 

Lá naquele bar, o seu choro dava dó 

Era noite de verão, e ela estava tão só


O cara na paquera,  lhe deu um sorriso, e ela disse

"Eu preciso de um cara legal"

Só que ele não encarou 

E disse

"Baby, não vai dar pé

Porque eu não sei qual é

Eu posso ser legal, uma noite ou mais 

Mas no lugar do seu amor

Jamais!" 


Tentei esconder uma lágrima a escorrer 

Ela disse que agora, só queria morrer 

O grande amor da sua vida a deixou na deprê 

Com uma filhinha e esperando mais um bebê


Então ela falou 

"Eu tô a fim de tê-lo como amigo e seria legal"

Só que ele não encarou 

E disse 

"Baby, não vai dar pé

Porque eu não sei qual é

Não ia ser legal, uma noite a mais 

E no lugar do seu amor

Jamais!"




domingo, 13 de dezembro de 2020

#INCERTEZAS30ANOS: SHOW E FOTOS

Patricia Marx rodou o Brasil inteiro com a turnê do álbum Incertezas, sempre com muito sucesso. Para representar esses shows, temos aqui algumas fotos de shows realizados no  Teatro Suam (RJ), Olympia (SP), 
Expor 91 e Parque de Exposições (MG). 

Apesar de sempre haver algumas variações, o Setlist básico desse show era esse (Muito bom, por sinal): 

1 - Doçura 
2 - Raio de Luar 
3 - Comigo Ninguém Pode 
4 - Onde Menos se Espera 
5 - What's Going On (Marvin Gaye)
6 - Incertezas 
7 - Destino 
8 - Te Cuida Meu Bem
9 - Trocando Figurinhas 
10 - Dress You Up (Madonna)
11 - Into The Groove (Madonna)
12 - No Lugar do Seu Amor (incidentais: Baby I Love Your Way e Knockin' On Heaven's Door) 
13 - Sonho de Amor 
14 - Festa do Amor 
15 - Certo ou Errado

sábado, 12 de dezembro de 2020

#INCERTEZAS30ANOS: DESTINO

 "Destino" (Marcos Valle/ Paulo Sérgio Valle) foi a música escolhida para ser o segundo single do álbum Incertezas. A música foi impulsionada pela inclusão na trilha sonora da novela "Salomé", da TV Globo, como tema da personagem Carmem (vivida pela ex-paquita e atriz Andréa Veiga), que era apaixonada pelo protagonista,  ao mesmo tempo em que sonhava com a carreira de cantora. Ela também começou a tocar logo em sequência ao grande êxito  de "Sonho de Amor", em um momento em que Patricia estava muito em alta nas rádios, e também fez um grande sucesso, alcançando várias vezes o primeiro lugar entre as mais pedidas na programação. A música também foi incluída na trilha sonora do filme nacional "Inspetor Faustão e o Malandro".

"Destino" talvez também seja a música mais amada do disco pela maioria dos fãs e uma das mais emblemáticas da sua carreira. É uma música muito difícil de cantar, e Patricia cumpriu o desafio plenamente. Extremamente afinada, dando show até nas notas mais altas da música, ainda oferece uma bela interpretação. Simplesmente perfeita!

Patricia também releu a música, levando pro universo nu soul, em 2014, em um single que apresentava duas versões, Destino  e Destino Celestial Mix,  no EP Te Cuida Meu Bem Sextape pt. 1. Essas versões também são lindas e vice encontra nas plataformas digitais.

O vídeo traz uma compilação de alguns programas em que Patricia se apresentou com a música, nos programas Milk Shake, Xou da Xuxa e Big Domingo. 




#INCERTEZAS30ANOS: ELOGIOS DA CRÍTICA

É sempre bom ler comentários sobre o trabalho de Patricia Marx, ainda mais quando são positivos. Essas são algumas ótimas críticas que o álbum Incertezas recebeu: 

"Patricia se destaca dos demais cantores juvenis por ser a única que sabe cantar. Em seu novo disco, ela dá um show de afinação, enquanto seus colegas de mercado adolescente ficam nos ilariês da vida. Em "Destino", ela arrisca nas perigosas curvas da música, sem derrapar. Em "Um Ano Eu Sei", dá um show de suingue, com participação de Ed Motta, sem ficar nada a dever aqueles duetos que ele fazia com Marisa Monte. Patricia prova que é possível fazer sucesso armando-se unicamente de boa música". (Revista Veja, 19/12/90) 

"O disco tem participações de Humberto Gsssinger e Ed Motta, uma experiência funk para Patricia. Sullivan e Massadas assinaram cinco faixas, entre elas, a graciosa "Trocando Figurinhas". A música Incertezas também leva jeito, 
neste álbum ainda destinado ao público infanto-juvenil, que não traz a certeza de algum hit, mas mostra que Patricia está cantando cada vez melhor. (Revista Amiga).

"Recebi, ouvi e gostei muito do novo LP de Patricia. Ela está cantando cada vez melhor, e agora, com esse novo album, ela muda um pouco o estilo, trazendo canções mais adultas. Além de "Sonho de Amor", que já é sucesso em todo o Brasil, o novo LP tem como destaque a participação de Ed Motta". (César Filho).

#INCERTEZAS3OANOS: SONHO DE AMOR

 "Sonho de Amor" (Michael Sullivan/Paulo Massadas) é a música que abre o álbum Incertezas e também foi escolhida como o primeiro single do disco. Ela seguia o  estilo  romântico dos outros trabalhos, mas com uma letra ousada que falava de maneira sutil sobre os primeiros sonhos e desejos de uma adolescente em relação ao sexo. E a gente nem percebia isso na época! 


A primeira apresentação de Patricia Marx cantando a música foi no Especial Sorriso de Criança, transmitido ao vivo pela TV Manchete, em outubro de 1990. Mas com o adiamento do lançamento do álbum, ela só começou a divulgar mesmo pra valer em outros programas em dezembro. E um dos primeiros programas em que ela se apresentou foi nessa edição do  Qual é a Música, apresentado por Silvio Santos, no SBT. Ela participou da disputa musical do programa ao lado da atriz e apresentadora Vírginia Novick, contra o time formado pelo cantor Jair Rodrigues e o ator e também apresentador César Filho. Nessa apresentação, podemos notar que havia uma coreografia mais elaborada  para a música que ela executava nos primeiros programas em que fez a divulgação, mas que com o tempo, foi substituindo por uma com os passos mais simples. 


Apesar do lançamento no fim do ano, a música só começou a estourar de verdade nas rádios por volta de março de 1991, onde passou a ser uma das músicas mais pedidas nas rádios. No Rio de Janeiro, ela alcançou o primeiro lugar entre as músicas mais executadas diversas vezes nas principais rádios populares da época, o que fez com que ela fizesse vários shows aqui neste ano, mas falaremos deles mais adiante.


A música ainda fez parte de duas trilhas sonoras em 1991, a da novela infantil Carrossel, e do filme nacional Inspetor Faustão e o Malandro. Ela já foi regravada algumas vezes, mas a de maior destaque entre elas é a lançada pela dupla Zezé di Camargo e Luciano,  em 2012, que obviamente nem chega aos pés da interpretação perfeita feita por Patricia, que também apresentou uma releitura da música nos CD e DVD Trinta, lançados em 2013. 






sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

#INCERTEZAS3OANOS: PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS

Patricia já gostava muito do trabalho de  Ed Motta quando resolveu convidar o cantor para participar do álbum Incertezas. E ela  adorou a experiência de cantar pela primeira vez funk em um disco. "Eu sou fã de carteirinha do Ed Motta. Quando eu o convidei pra cantar no disco, ele fez questão de compor e produzir a faixa (juntamente com o parceiro Bombom). É a que eu mais gosto de ouvir", disse ela em entrevista no release de lançamento da gravadora BMG, na  época. 

Sobre a participação de Humberto Gessinger,  do grupo Engenheiros do Hawaii na música "Onde Menos Se Espera", Patricia explicou como o trabalho foi feito: "Ele produziu a faixa e estava presente na gravação, na hora que coloquei a voz. E o engraçado é que o Humberto é super timido", falou ela na mesma entrevista. Meses antes, Patricia já havia feito participado da música "A Violência Travestida Faz Seu Trottoir", do álbum O Papa é Pop,  que o grupo lançou naquele mesmo ano. 
 

#INCERTEZAS30ANOS (PARTE 2)

Como dito no post anterior,  Patricia Marx lançou o álbum Incertezas, com algumas mudanças de repertório, porém, se dependesse dela, ele teria saído ainda mais diferenciado. 

Ela planejava incluir também gravar  canções de compositores como Carlos Rennó, Scowa e Titãs, mas por imposição da gravadora, acabou tendo que retirar essas músicas. No fim, ela conseguiu emplacar as faixas de Ed Motta (Um Ano Eu Sei) e Humberto Gessinger (Onde Menos Se Espera),  que marcavam essa mudança, além de ter conseguido letras mais adultas e arranjos mais próximos do pop e do techno, em contraponto aos arranjos mais "antigos", que dominavam os seus dois primeiros discos solo.

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, Patricia comentou na época: 
"O Paulinho (Massadas) fazia uma letra muito infantil, aí a gente conversou, eu coloquei o que eu pensava e ele foi mudando.  Até achar o caminho, demorou muito". Em relação a mudança de sonoridade, ela disse, na mesma entrevista: "Essa ideia de um disco mais techno foi vontade minha também. Eles queriam que eu continuasse na linha "Festa do Amor", que é uma música... não digo infantil, mas meio antiga... queriam que continuasse com essa linha Celly Campello".  Já em outra entrevista para o jornal Notícias Populares, ela declarou: "Esse é um disco de mudanças. Nos dois anos que passei escolhendo repertório, comecei a ouvir muitas coisas. E também queria conquistar um outro público, além do infanto juvenil, que costuma comprar meus discos".

O álbum traz ainda, além das faixas de Ed Motta e Humberto Gessinger, cinco composições da dupla de hitmakers Michael Sullivan e Paulo Massadas (Sonho de Amor, Meus Ídolos, Meu Anjo, Mágica e Trocando Figurinhas),  Marcos e Paulo Sérgio Valle (Destino) Serginho Bastos (Incertezas e Romance de Verão, essa em parceria com Chico Roque), Claudia e Lincoln Olivetti (Estrela Minha) e Sérgio Sá (Olhos Azuis). 

FIM DE SEMANA ESPECIAL #INCERTEZAS30ANOS

Está iniciando agora o fim de semana especial #Incertezas30anos, com uma série de postagens comemorando o aniversário desse álbum lindo de Patricia Marx, que permanece até hoje como um dos mais amados pelos fãs! 

Incertezas é o terceiro álbum de Patricia Marx (na época, ainda sob nome Patricia) lançado em dezembro de 1990 pela gravadora BMG Ariola, em LP (vinil)  e K7.
Inicialmente, ele estava programado para ser lançado em outubro,  mas atrasou e acabou chegando as lojas apenas em dezembro. E trazia uma Patricia mais madura, tanto como cantora, quanto no repertório, que contava com letras menos infantis e arranjos mais pop que os seus discos  anteriores. 

O álbum se destacou com o sucesso das músicas "Sonho de Amor" (tema da novela "Carrossel" e regravada 22 anos depois por Zezé di Camargo & Luciano) e "Destino" (tema da novela "Salomé"). Ela ainda iniciou um trabalho de divulgação com a música "Incertezas", ao passo que apostou em uma versão remix da faixa "Um Ano Eu Sei" , que marcou pelo fato de ter sido a primeira vez em que Patricia fez um clip para a MTV brasileira. Essa versão mais dance também foi intitulada como "Turn Around Radio Mix". O disco contou com as participações especiais  de Ed Motta, na citada música "Um Ano Eu Sei" e Humberto Gessinger (do grupo Engenheiros do Hawaii) na música "Onde Menos Se Espera". 
 
Em entrevista para o release da gravadora BMG, ela disse na época: 
"Não é um disco totalmente romântico. As letras mudaram um pouco, estão com um enfoque mais maduro. As músicas rápidas são mais dançantes, tem funk... De diferente dos outros discos, tem o tempo de transição que ele representa na minha carreira. Uma nova fase que está a caminho".

Nos próximos posts, conheceremos mais a fundo esse disco, falaremos mais  sobre as músicas que fizeram sucesso, veremos mais do que Patricia falou sobre ele na época de lançamento, as críticas e muito mais. Continuem acompanhando! 



sábado, 14 de novembro de 2020

TREM DA ALEGRIA CELEBRATION VOLTA AOS PALCOS PARA SHOW DE NATAL

Depois de emocionar os fãs no ano passado, é iniciar um retorno em fevereiro desse ano com uma turnê no Blue Note (que foi interrompido pela pandemia), Patricia Marx e Luciano Nassyn voltam aos palcos para um show de natal no Áudio Club, no dia 20/12, às 17h. 

Em formato acústico,  a dupla que deu origem ao inesquecível Trem da Alegria, vai cantar sucessos inesquecíveis da infância de muita gente, como "He-Man", "Uni Duni Tê", "É de Chocolate", "Piuí Abacaxi", "Carrossel de Esperança", "Dona Felicidade", 'Thundercats", "Iô Iô", "Pra Ver se Cola" e muito mais. 

Lembrando que o show será realizado mantendo todas as regras de distanciamento de segurança. 

SERVIÇO: 
LOCAL: ÁUDIO 
ENDEREÇO: Av. Francisco Matarazzzo, 694 - Água Branca - São Paulo 
HORÁRIO: A casa abre às  16h, com o show tendo início às 17h
Ingrssus à venda pela Ticket 360, no link 

terça-feira, 10 de novembro de 2020

CENA COM PATRICIA MARX NA MALHAÇÃO IRÁ AO AR NA SEXTA (13/11)

Pra galera que está acompanhando a reprise de Malhação 95 no Canal Viva, na próxima sexta feira (13/11), irá ao ar a cena em que Patricia Marx aparece cantando "Espelhos D'água"  acompanhada nos teclados por Mauricio Manieri,  durante uma festa na academia. A música é tema romântico do casal protagonista, Héricles (Danton Mello) e Isabela (Juliana Martins) e quem está acompanhando a exibição no canal, confirmou que a música é tocada em praticamente em todos os capítulos da novelinha, o que fez com que fosse uma das mais executadas naquele ano. 

No capítulo que vai ao ar sexta, Paula (Silvia Pfeiffer) está passando por vários problemas em sua academia, o que leva Magali (Daniela Pessoa) a ter a idéia de dar uma festa pra dar uma 'levantada" no astral. E é nessa festa, que acontece na área da piscina, que Patricia aparece cantando seu sucesso. 

 Pra quem tem assinatura da Globoplay, o capítulo já está disponível pra ser assistido. Pra quem assiste no Viva, não percam, nessa sexta,  13/11, as 16:30h, com reprise do capítulo na segunda, 16/11, às 16h 



segunda-feira, 9 de novembro de 2020

PATRICIA MARX EM MATÉRIA DE CAPA DE REVISTA

Patricia Marx ilustra a capa e ganhou uma matéria especial (assinada por Roberto Rodrigues) na revista Mais Mais Mais (A Mais Influente) dessa semana. Com o mais que apropriado título "A Trajetória de uma das melhores cantoras do Brasil", a matéria relembra momentos da sua brilhante carreira e fala sobre o momento feliz que ela está vivendo atualmente.  

Para ler a matéria completa, acesse o link 


domingo, 8 de novembro de 2020

R.I.P. VANUSA

A cantora Vanusa morreu hoje, aos 73 anos, na casa de repouso onde morava há mais de dois anos, em Santos, no litoral paulista. Segundo a família, ela sofreu uma insuficiência respiratória durante a madrugada e faleceu. Vanusa teve uma carreira bem-sucedida e de respeito desde o início na Jovem Guarda, quando foi lançada por Eduardo Araújo, até a consagração como grande cantora romântica. 

A cantora nasceu em 22 de setembro de 1947, na cidade de Cruzeiro, estado de São Paulo,  e aos 16 anos, tornou-se vocalista do conjunto Golden Lions. Foi em uma dessas apresentações, que foi convidada para cantar na capital de São Paulo. Em 1966, apresentou-se no programa O Bom, comandado por Eduardo Araújo. No ano seguinte, já gravou seu primeiro álbum. Nos anos 1970, sua fase mais "experimental" e criativa, ela se embrenhou por vários estilos, até pelo rock pesado. Ao longo da carreira, colecionou sucessos como "Pra Nunca Mais Chorar", "Paralelas", "Manhãs de Setembro", "Mudanças" e "Sonhos de um Palhaço", entre outras.

Em 1984, a cantora foi uma das artistas convidadas  para participar do álbum Clube da Criança, que revelou para o grande público a dupla Patricia e Luciano. Ela participou da faixa "Dorme Meu Bem"(Júlio César/Rodrigo Otávio).

quinta-feira, 29 de outubro de 2020

SHOW DE PATRICIA MARX ON LINE NO PRÓXIMO SÁBADO

FALTAM SÓ DOIS DIAS!!! 

Oportunidade única para fãs de todo Brasil estarem juntos assistindo um show ao vivo online inédito e  exclusivo de Patricia Marx, além de um  bate papo com os fãs! 

Vai ser nesse sábado (31/10), às 21h, compre já seu ingresso pelo Sympla.
 
LINK PARA COMPRA DE INGRESSOS:


Realização: Estúdio Raposo
Produção:  PMD! Publicidade e Marketing 

SERVIÇO:

Show online

Dia: 31/10

Horário: 21h

Preço: 25,00 (+ 2,50 taxas)

#patriciamarx #show #eventos #eventoonline #showonline #live #liquidsoul #música  #sympla #sábado #agendacultural #fimdesemana #cantoras #vozes #vozesbrasileiras #braziliansinger #cantorasbrasileiras #jazz #pop #soul #bossanova #nusoul #blackmusic #músicaromântica #temasdenovela #sucessos




domingo, 25 de outubro de 2020

QUERO MAIS 25 ANOS: MOMENTOS NOS SHOWS

Nada melhor que encerra as comemorações dos 25 anos do  QUERO MAIS com momentos inesquecíveis ao lado da nossa estrela maior, Patricia Marx, em shows da turnê do álbum, né? Vamos lá! 

As fotos abaixo são dos queridos amigos do fã clube Luiz Paulo Marx (primeira foto) e Carlos Zatta (segunda foto) no Show do álbum Quero Mais, que Patricia Marx fez no  Parque de Exposição de Governador Valadares, em Minas Gerais , em 1995. Temos também uma foto dela sozinha nos bastidores e duas dela brilhando no palco. 
E aqui, trago essa foto que marca um momento especial pra mim, quando fui no Show ao vivo da turnê do álbum,  no  Imperator, no Rio de Janeiro, em 01/09/96. 
Na foto, meu amigo Roberto Mocidade,  Patricia Marx e eu (André Arteiro).

Espero que tenham curtido esse fim de semana dedicado a esse álbum, que gosto tanto! Não vamos gastar tudo nessa comemoração, afinal daqui a cinco anos tem outra e com certeza estaremos aqui ainda pra isso! 😁🥳🎂👏❤

QUERO MAIS 25 ANOS: QUERO MAIS

 "Quero Mais" (Dalto/Nelson Motta), a faixa título do álbum que está completando 25 anos de lançamento hoje, é uma bela balada romântica com toque black, que une na composição os dois gênios da música responsáveis por dois dos maiores sucessos de Patricia Marx: Nelson Motta ("Quando Chove") e Dalto ("Espelhos D'água"). Esse com certeza foi um dos motivos que fizeram que a linda música fosse escolhida para ser a segunda música de trabalho do álbum. Além disso, ela foi tema de uma novela das 18h da Globo, Quem é você (era tema da personagem Ivana, vivida pela atriz Mylla Christie, que também estampava a capa do disco da trilha). Bem que o @canalviva poderia reprisar essa também, né? 


           Capa trilha nacional Quem é Você